Jorge Jesus estipula nova regra aos jogadores que chegarem atrasados

O Flamengo voltou aos treinamentos na quinta-feira (20), após a pausa para a Copa América. Com o novo técnico no comando, Jorge Jesus, o time Rubro-Negro teve um tempo de adaptação ao trabalho desenvolvido pelo português, que impôs coisas novas, tanto a estrutura do clube, quanto aos treinos. Um dos exemplos dessa modificação de Jesus foi o pedido para que a grama do CT do Ninho do Urubu fosse semelhante ao Maracanã. Além disso, o treinador também introduziu uma nova regra aos atletas que se atrasarem.

De acordo com a reportagem do GloboEsporte, os roupeiros, massagistas e enfermeiros, que chegam com antecedência no vestiário para prepararem o espaço para os jogadores, deverão observar e anotar quais atletas chegarão atrasados. Para cada minuto de atraso, o jogador deverá pagar cerca de 100 reais para a caixinha destes funcionários.

Segundo o portal, Jorge Jesus estipulou esta regra pois nos clubes que ele já trabalhou, esta situação acontecia eletronicamente, por biometria ou pela captação de imagens das câmeras. Entretanto, de acordo com a reportagem, este processo continuará a acontecer manualmente no Flamengo.