Flamengo prepara nova investida em busca de jogadores na Europa

O GLOBO: Diogo Dantas e Marcello Neves
Sob nova direção, o Flamengo começa a planejar as suas mudanças para o segundo semestre. Jorge Jesus assumiu o comando técnico na última segunda-feira, mas já indicou algumas alterações que deseja para a sua nova equipe. Maior intensidade, novas variações táticas e, principalmente, a utilização de dois centroavantes no ataque. Essa foi uma das principais revelações do comandante português na sua apresentação. O treinador indicou que é necessário a contratação de um homem mais de área, que segure a defesa.
– Para mostrar uma ideia de jogo, tenho que falar em várias vertentes do jogo, táticas. Tenho um conceito, mas antes de qualquer coisa a evolução do futebol não é ter uma maneira de jogo, mas ter muitas ideias. Essa é a evolução do mundo do futebol. Me arrisco a dizer que não vou fugir muito do que o Flamengo tem feito. Claro que teremos variantes, vou jogar com um primeiro e um segundo centroavante. Isso que vou apresentar ao Flamengo. Mas tem muitas variantes defensivas e ofensivas – revelou.

Técnico Jorge Jesus e Marcos Braz no Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

Porém, quem pode cumprir esse papel? Após a saída de Fernando Uribe para o Santos, apenas Gabriel Barbosa e Lincoln cumprem esta função no elenco. Sob o comando de Abel Braga, Bruno Henrique também atuou mais avançado e teve bom rendimento individual, mas os números coletivos do setor ofensivo despencaram.
O improviso do camisa 27 é uma das opções de Jesus. Com Bruno Henrique ao lado de Gabigol, o esquema 4-1-3-2, preferido do português, poderia ter uma linha de meia-atacantes com Arrascaeta, Diego e Éverton Ribeiro. Sobraria uma vaga na frente da defesa para Cuéllar ou Arão.
É evidente que a saída de Uribe prejudicou o planejamento. O centroavante – agora santista – também poderia cumprir a função ao lado de Gabigol, emulando uma recente formação da equipe paulista. Em 2015, o camisa 9 rubro-negro atuou ao lado de Ricardo Oliveira e obteve sucesso na campanha que terminou o vice-campeonato da Copa do Brasil. Porém, entre improvisações e suposições, a escassez de opção é clara.
Mochilão
Falando em reforços, o Flamengo prepara um segundo mochilão atrás de jogadores para chegar e jogar, e Jorge Jesus está colocando a mão na massa. O lateral-direito Rafinha já foi anunciado, mas outros nomes devem chegar durante a pausa para a Copa América. A revelação é que o próprio português acrescentou dois nomes nas negociações e impôs os seus primeiros desejos para a diretoria.
– Claro que conheço o elenco. Não vi o Flamengo a partir do momento que me convidaram, eu vejo todos os jogos do futebol brasileiro em minha casa. Não conheço tão bem os jogadores como o Marcelo, mas vou conhecer. Quando conversamos, já tinha posições que pensavam ser importante contratar e concordei.   Acrescentei mais um ou duas (risos) e estamos em sintonia –  falou.
Jorge Jesus deve estrear pelo Flamengo no próximo dia 10 de julho, quando enfrenta o Athletico, pela Copa do Brasil.