Chegada de Rafinha e aposta em João Lucas: fim da linha para a dupla Pará e Rodinei?

Não é de hoje que o torcedor do Flamengo faz cara feia para a lateral-direita do time e pede a contratação de jogadores para a posição. Pressionados e oscilando entre a titularidade e o banco de reservas, Pará e Rodinei já viveram dias melhores com a camisa rubro-negra, mas hoje não gozam de tanto prestígio. E jamais foram unanimidade. Com a iminente chegada de Rafinha, do Bayern de Munique, e a aposta no jovem João Lucas – projetado pelas boas atuações no Bangu, no Campeonato Carioca – se aproxima o momento do adeus para os camisas 2 e 21?

Se com Rafinha o Mengão já está apalavrado, faltando apenas assinar e anunciar, João Pedro já foi inscrito e seu nome já aparece no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o que lhe dá condição de jogo. Importante ressaltar que ambos poderão atuar nas três competições que O Mais Querido participa – Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores.

A chegada de dois novos jogadores para a posição pode ser um forte indício que Pará e Rodinei estão chegando ao fim da linha com o Manto Sagrado. Como se não bastasse,  o Flamengo conta ainda com Klebinho, de 20 anos, prata da casa, e Matheusinho, de 18 anos, que teve 50% dos seus direitos econômicos comprados ao Londrina em fevereiro, após se destacar na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Com 214 e 143 partidas pelo Flamengo, Pará e Rodinei – respectivamente – não devem deixar saudades. Mais notados pelo visual fora do campo do que pelas atuações dentro dele, talvez tenha chegado a hora de vestirem um novo uniforme para se fazerem percebidos com a bola nos pés.
Fonte: Coluna do Flamengo